Um pouco mais de Viktor Frankl

Por Hugo Langone

Queridos leitores,

Há livros que marcam o editor, que deixam certo eco em sua memória, que imprimem marcas em seu espírito. E, ao longo de meu trabalho à frente do editorial da Quadrante, pude encontrar um punhado de obras assim.

Uma delas está na gráfica neste exato momento… e diz respeito a um velho conhecido nosso: ao célebre Viktor Frankl, homem que sobrevivera miraculosamente aos campos de concentração nazistas e, nisto, pôde experimentar a descoberta de um sentido para a vida em meio às maiores barbaridades, fazendo deste um tema constante em sua atuação como psicoterapeuta.

A história de Frankl é, de fato, muito famosa; mas é precisamente aí que trazemos a novidade. Em Chegará o dia em que serás livre, que os assinantes do Círculo de Leitura receberão em breve, estão compilados discursos, cartas, conferências e mesmo poemas até hoje inéditos, contemplando o importante período que se sucedeu ao terror totalitário dos nazistas.

Precisamente por seu olhar retrospectivo, esse material tão íntimo nos comove (como é desconcertante vê-lo descrever a descoberta do falecimento de seus familiares nas câmaras de gás!) e oferece importantes reflexões sobre o perdão, sobre o tema da culpa coletiva, sobre a responsabilidade pessoal, sobre o ressentimento e o luto, entre muitas outras coisas. Eis, em suma, um livro que nos dá muito o que sentir e pensar.

Um abraço.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *