Entre ilhas

Por Hugo Langone

Queridos leitores,

Chego, até vocês com o coração alegre e grato. Em virtude da participação de muitos, posso, afinal, anunciar uma novidade que é há tanto aguardada por aqui – um (re)lançamento que só foi possível graças à imensa quantidade de mensagens que chegou a nós pedindo que um certo título fosse colocado de volta nas prateleiras…

Meus amigos, sem muitas delongas, digo já que, depois de anos, temos enfim uma nova edição – revista, modernizada, belíssima – do célebre Damião, o leproso. Sim, é verdade: tempos depois, torna-se facilmente acessível aos leitores a bela vida deste «santo dos leprosos» que fez John Farrow, diretor de cinema de Hollywood (e pai da atriz Mia Farrow), deixar todos os seus projetos em segundo plano: nada mais lhe importava senão escrevê-la, detalhá-la, dar a conhecer a ímpar heroicidade de alguém que, numa ilha longínqua, optara por entregar a própria vida a doentes abandonados a um estado físico abjeto, pútrido –  nisto sabendo, é claro, que estaria condenando-se a si mesmo à morte.

A geração de leitores da Quadrante que teve contato com este livro em sua velha edição certamente há de recordar-se dele com carinho; poderá, enfim, adquiri-lo mais uma vez. Quanto aos mais novos, por outro lado, chegou a hora de conhecerem um título que deixou marcas na vida de muitas pessoas e, graças a esta edição, o fará em muitas outras mais.

Um abraço.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *