4 minutos Numa sociedade pluralista e multicultural, com divergências em questões fundamentais, torna-se necessário um esforço comum de reflexão racional, que é o de chegar pelo diálogo ao consenso e à convivência pacífica. O diálogo é sempre melhor que o monólogo. Diz a sabedoria popular que, conversando, a gente se entende, e que quatro olhos veem melhor que dois. Mas, como escreveu o poeta Antonio Machado, de dez cabeças, nove precipitam-se e uma pensa. Esse exagero poético esconde uma advertência: a de que se Continue lendo