Sociedade

9 minutos Os atentados terroristas de autoproclamados guerreiros de Allah, os frequentes conflitos no Oriente Médio, os fluxos migratórios e a presença de milhões de muçulmanos na União Europeia são fenômenos que contribuíram para aumentar o interesse pelo Islã, sua cultura e seus fiéis. Também suscitam perguntas novas e velhas sobre uma realidade que é, ao mesmo tempo, religiosa, cultural e política, e com a qual se identificam mais de um bilhão e meio de pessoas em todo o mundo. Como nasceu o Islã? O que representa o Alcorão para os muçulmanos? Continue lendo